Uso de dados

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Concordo

PARTICIPAÇÃO INTENSA MARCA A 7ª AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PLANO SALVADOR 500

28 aug 15

 

Mais de 220 pessoas participaram nesta quarta-feira (26) da 7ª Audiência Pública do Plano Salvador 500, PDDU e Louos, no Centro de Cultura da Câmara de Vereadores. Foram mais de cinco horas de debates em torno do relatório "Salvador hoje e suas tendências" - um dos estudos desenvolvidos pela Prefeitura Municipal para o planejamento da cidade e a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e Ocupação do Solo (Louos).


 

Entre os participantes estavam a vereadora Kátia Alves e os vereadores Arnando Lessa, Pedrinho Pepê, Alberto Braga, Sílvio Humberto, Suíca, Geraldo Júnior, Kiki Bispo,Orlando Palhinha, Gilmar Santiago, Luiz Carlos e Joceval Rodrigues. Durante o evento, eles entregaram o documento Análise do Relatório da Fipe Intitulado "Caracterização Atual de Salvador", como contribuição aos estudos desenvolvidos no âmbito do Plano.


 

Participaram também dos debates a promotora do Ministério Público do Estado, Hortênsia Pinho, membros do Conselho Municipal de Salvador, representantes de entidades de classe, associações de moradores, universidades, como o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-BA), Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas do Estado da Bahia (Sinarq), Unibairros, entre outros.


 

Fonte: www.plano500.salvador.ba.gov.br

Tags:
Image

Publicação Sugerida

Provimento nº 94 do CNJ
PORTARIA CONJUNTA N o CGJ/CCI–08/2020-GSEC altera disposições da Portaria CGJ/CCI – 07/2020 para adequação aos Provimentos 93 e 94/2020, da Corregedoria Nacional de Justiça e dá outras providências.
Em 18 de junho ocorreu, na sede da Federação das Indústrias da Bahia – FIEB, o IV Evento FIEB de Meio Ambiente, com o tema Novas Diretrizes para o Licenciamento Ambiental.
Representantes de quase 200 países participam, em Paris, da cerimônia de abertura. O que se espera deles são ações objetivas para frear o aquecimento e combater as consequências da mudança climática.