Uso de dados

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Concordo

Aviso de Privacidade

AVISO DE PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS 

  1. DO TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS E DOS PRINCÍPIOS LEGAIS:

De acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018), tratamento é toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração. 

O tratamento de dados pessoais realizado pelo Chezzi Advogados observa os princípios contidos na LGPD, quais sejam: finalidade, adequação, necessidade, livre acesso, qualidade dos dados, transparência, segurança, prevenção, não discriminação e responsabilização e prestação de contas.

  1. DAS BASES LEGAIS PARA O TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS:

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais estabelece um rol taxativo de bases legais que legitimam o tratamento, que poderá ser realizado:

●       Mediante expresso, livre e inequívoco consentimento do titular;

●       Para o cumprimento de obrigação legal ou regulatória pelo controlador;

●       Quando necessário para a execução de contrato ou de procedimentos preliminares relacionados a contrato do qual seja parte o titular, a pedido do titular dos dados;

●       Para a proteção da vida ou da incolumidade física do titular ou de terceiro;

●       Para o exercício regular de direitos em processo judicial, administrativo ou arbitral;

●       Para a proteção do crédito, inclusive quanto ao disposto na legislação pertinente;

●       Quando necessário para atender aos interesses legítimos do controlador ou de terceiro, exceto no caso de prevalecerem direitos e liberdades fundamentais do titular que exijam a proteção dos dados pessoais.                           

  1. DO COMPARTILHAMENTO DOS DADOS PESSOAIS:

O Chezzi Advogados não compartilha com terceiros os dados pessoais tratados, exceto:

●       Caso o titular dos dados consinta;

●       Para o cumprimento de obrigação legal e regulatória;

●       Com a Administração Pública, para o tratamento e uso compartilhado de dados necessários à execução de políticas públicas previstas em leis e regulamentos;

●       Para a realização de estudos por órgão de pesquisa, garantida, sempre que possível, a anonimização dos dados;

●       Quando necessário para a execução de contrato ou de procedimentos preliminares relacionados a contrato do qual seja parte o titular, a pedido do titular dos dados;

●       Para o exercício regular de direitos em processo judicial, administrativo ou arbitral;

●       Para a proteção da sua vida ou da incolumidade física, bem como a de terceiros;

●       Quando necessário para atender aos interesses legítimos do Chezzi Advogados ou de terceiros, exceto nos casos que prevalecerem os direitos e liberdades fundamentais do titular que exijam a proteção dos dados pessoais;

●       Para proteção de crédito, inclusive quanto ao disposto na legislação pertinente.

  1. DO TÉRMINO DO TRATAMENTO DOS DADOS PESSOAIS:

O tratamento de dados pessoais não poderá, salvo determinação legal, ser realizado por tempo indeterminado.

O término do tratamento, em observância ao que dispõe a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, ocorrerá nas seguintes hipóteses:

●       Verificação de que a finalidade foi alcançada ou de que os dados deixaram de ser necessários ou pertinentes ao alcance da finalidade específica almejada;

●       Fim do período de tratamento;

●       Comunicação do titular, inclusive no exercício de seu direito de revogação do consentimento, resguardado o interesse público; ou

●       Determinação da autoridade nacional, quando houver violação ao disposto na LGPD.

É autorizada, contudo, a conservação dos dados pessoais para cumprimento de obrigação legal ou regulatória pelo controlador, realização de estudo por órgão de pesquisa, garantida, sempre que possível, a anonimização dos dados pessoais, realização de transferência a terceiro, desde que respeitados os requisitos de tratamento de dados dispostos na LGPD ou, ainda, para uso exclusivo do controlador, vedado seu acesso por terceiro, e desde que anonimizados os dados.

  1. DOS DIREITOS DOS TITULARES DOS DADOS PESSOAIS: 

O Chezzi Advogados, no contexto de suas atividades de tratamento de dados pessoais, reforça o seu compromisso de respeito aos direitos dos titulares de dados pessoais, quais sejam:

●       Confirmação da existência de tratamento:

 Acesso aos dados;

●       Correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados;

●       Anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessários, excessivos ou desconformes com a LGPD;

●       Portabilidade dos dados a outro fornecedor de serviço ou produto;

●       Eliminação dos dados pessoais tratados com o consentimento do titular;

●       Informação das entidades públicas e privadas com as quais o Chezzi Advogados realizou uso compartilhado de dados;

●       Informação sobre a possibilidade de não fornecer consentimento e sobre as consequências da negativa;    

●       Revogação do consentimento.

  1.   DA TRANSFERÊNCIA INTERNACIONAL DE DADOS PESSOAIS: 

Segundo a LGPD, a transferência internacional de dados pessoais somente será realizada nos casos previstos nos artigos 33 e 34 da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018). A definição do conteúdo de cláusulas-padrão contratuais autorizativas de transferências internacionais será realizada pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD).

  1.   DO ARMAZENAMENTO E DO DESCARTE DOS DADOS PESSOAIS:

Os dados coletados pelo Chezzi Advogados serão excluídos nas seguintes situações:

●       Quando a finalidade para a qual a informação foi coletada tenha sido alcançada ou quando o dado deixar de ser necessário ou pertinente para o alcance desta finalidade;

●       Quando da revogação do consentimento por parte do Titular, nos casos em que este se faça necessário;

●       Mediante determinação da autoridade competente para tanto.

Os dados pessoais poderão ser conservados pelo Chezzi Advogados, contudo:

●      Para cumprimento de obrigação legal ou regulatória;

●      Para estudo por órgão de pesquisa, garantida, sempre que possível, a anonimização dos dados pessoais;

●      Para transferência a terceiro, desde que respeitados os requisitos de tratamento de dados dispostos na LGDP;

●      Para uso exclusivo do Chezzi Advogados, vedado seu acesso por terceiro, e desde que anonimizados os dados.

  1.   CONTATO COM O ENCARREGADO PELO TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS:

O Chezzi Advogados torna pública a identidade do seu encarregado, para envio de eventual comunicação, pedidos de esclarecimentos ou exercício de quaisquer dos direitos aqui previstos:

Nome do Encarregado: Daniel Ribeiro.

E-mail do Encarregado: danielribeiro@chezzilaw.com.

Telefone: (71) 3037-8387.

Se após a leitura deste Aviso de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais restar qualquer dúvida ao usuário, ou por qualquer razão precisar se comunicar para assuntos envolvendo os seus dados pessoais, o contato poderá ser realizado pelo e-mail do encarregado.

Este Aviso de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais poderá ser alterado a qualquer tempo caso haja necessidade. Por isso, recomenda-se que seja consultado com regularidade e verificada a data de modificação.

 

Versão: 18/05/2021.

CHEZZI ADVOGADOS